Home

Colo do utero "Virado" o que é?

Galera minha namorada fez um fiscalização e constatou pescoço do útero virado, já pesquisei e não encontrei muita coisa não, se alguém souber por obséquio estou preocupado, pode prejudicar o processo de gravidez? tem outro problema que isso possa acarretar? e por termo o que é pescoço do útero virado? Agradeço a participação.

3 respostas

  • Publicada em 2009-07-26 por Anónimo

    Um útero retrovertido é um útero que é voltado para trás, ao invés do usual (para frente). Uma em cada 3 a 5 mulheres apresentam esta variação.

    O útero da mulher adulta encontra-se habitualmente voltado para a região anterior do corpo, fletido sobre a varíola
    , antevertido,antefletido. Mas uma percentagem de mulheres que pode variar entre 15 a 25% tem ele voltado para a região ulterior
    do corpo, retrovertido, retroversoflexão sem que essa posição seja irregular
    . A grande maioria dessas mulheres não apresentam sintomas e a invenção
    é ocasional no revista ginecológico.

    Antigamente havia uma crença de que a mulher com útero nesta posição não conseguiria engravidar levando um grande número de mulheres a cirurgias desnecessárias na tentativa de fixar o útero na posição anterior.

    Popularmente, o útero retrovertido, é espargido porquê
    útero virado. Não requer tratamentos ou cirurgias.

    Mas em alguns casos a retroversoflexão poderá se manifestar de forma patológica decorrente de fatores tais porquê
    , congestão pélvica vascular por compressão dos vasos sanguíneos do útero, maior suscetibilidade a focos de endometriose , aprisionamento ou encarceramento do útero na pequena pelve no primeiro trimestre de gravidez.

    Sintomas mais comuns :

    - dor crônica pélvica ou lombo-sacra ( ?dor nas cadeiras? )

    - dispareunia profunda ? dor que surge no ato sexual referida a pelve, mas que freqüentemente permanece por horas depois a relação

    - dismenorréia ? cólicas de mênstruo
    intensas

    - proctalgia ? dor a evacuação

    - disúria ? dor ao urinar

    - e mais raramente , decorrentes do encarceramento do útero na pequena pelve.

    Sabe-se atualmente que a interdependência do útero retrovertido com a dificuldade de engravidar é devido a maior suscetibilidade de endometriose nestas mulheres. O útero retrovertido dificultaria o escoamento da mênstruo
    pelo orifício do pescoço
    e aumentaria o risco de refluir pelas trompas uterinas levando a implantação de focos do endométrio na cavidade abdominal ( mênstruo
    retrógad

  • Publicada em 2009-07-23 por Anónimo

    Um útero retrovertido é um útero que é voltado para trás, ao invés do usual (para frente). Uma em cada 3 a 5 mulheres apresentam esta variação.

    O útero da mulher adulta encontra-se habitualmente voltado para a região anterior do corpo, fletido sobre a varíola
    , antevertido,antefletido. Mas uma percentagem de mulheres que pode variar entre 15 a 25% tem ele voltado para a região ulterior
    do corpo, retrovertido, retroversoflexão sem que essa posição seja irregular
    . A grande maioria dessas mulheres não apresentam sintomas e a invenção
    é ocasional no fiscalização ginecológico.

    Antigamente havia uma crença de que a mulher com útero nesta posição não conseguiria engravidar levando um grande número de mulheres a cirurgias desnecessárias na tentativa de fixar o útero na posição anterior.

    Popularmente, o útero retrovertido, é publicado porquê
    útero virado. Não requer tratamentos ou cirurgias.

    Mas em alguns casos a retroversoflexão poderá se manifestar de forma patológica decorrente de fatores tais porquê
    , congestão pélvica vascular por compressão dos vasos sanguíneos do útero, maior suscetibilidade a focos de endometriose , aprisionamento ou encarceramento do útero na pequena pelve no primeiro trimestre de gravidez.

    Sintomas mais comuns :

    - dor crônica pélvica ou lombo-sacra ( ?dor nas cadeiras? )

    - dispareunia profunda ? dor que surge no ato sexual referida a pelve, mas que freqüentemente permanece por horas em seguida a relação

    - dismenorréia ? cólicas de mênstruo
    intensas

    - proctalgia ? dor a evacuação

    - disúria ? dor ao urinar

    - e mais raramente , decorrentes do encarceramento do útero na pequena pelve.

    Sabe-se atualmente que a interdependência do útero retrovertido com a dificuldade de engravidar é devido a maior suscetibilidade de endometriose nestas mulheres. O útero retrovertido dificultaria o escoamento da mênstruo
    pelo orifício do pescoço
    e aumentaria o risco de refluir pelas trompas uterinas levando a implantação de focos do endométrio na cavidade abdominal ( mênstruo

  • Publicada em 2009-07-23 por Anónimo

    Bom,ja conheci pessoas com casos assim..não prejudicou a gravidez em si,mas demorou um pouco mais dela engravidar…e a única coisa de dissemelhante
    foi que ela não sentiu chutar,não teve tantos enjoos,e não sabia que ia lucrar
    ,ja que nao sentia zero
    ...entao,passou do tempo de lucrar
    o bebê.

Utilize o formulário para responder a esta pergunta